Mundo Digital

O Yahoo ainda não sabe quem invadiu seu sistema em 2013

Publicada em 20 de Dezembro de 2016 ás 15:13:55


Em 2013, hackers invadiram o sistema de e-mails do Yahoo e roubaram dados de mais de um bilhão de usuários. Dentre as informações, nomes, datas de nascimento, números de telefone, senhas criptografadas, mas fáceis de serem rompidas, assim como, perguntas de segurança e e-mails de backup foram coletados.
 
Ninguém sabe o que aconteceu com os dados nos três anos que se seguiram, mas segundo o The New York Times, em agosto deste ano, um grupo de hackers situado na Europa Oriental começou a colocar à venda todo o banco de dados furtado. De acordo com Andrew Komarov, chefe de inteligência da InfoArmor, que monitora a Deep Web, local de informações, produtos e serviços obscuros, três compradores se mostraram interessados na espionagem e pagaram cerca de US$ 300 mil cada (aproximadamente R$ 1 milhão) por uma cópia completa do banco de dados.
 
O ataque ao Yahoo é a maior violação de dados já conhecida e nem o Yahoo nem o público tinha ideia de que isso havia acontecido até um mês atrás, quando as autoridades de segurança dos Estados Unidos enviaram à empresa, cópias dos dados hackeados, obtidas de uma fonte não revelada.
 
O Yahoo ainda não sabe quem invadiu seu sistema em 2013, como eles chegaram lá ou o que eles fizeram com os dados. A companhia já teve mais sucesso em um outro episódio, ocorrido em 2014, em que 500 milhões de contas de usuários foram hackeadas. O Yahoo acredita ainda, que o ataque de 2014 foi patrocinado por uma entidade governamental, mas optou por não revela-la.

 

 

Fonte/Autor: Diario News Bahia

Comentários

Diário News Bahia - Direitos reservados
E-mail: contato@diarionewsbahia.com.br