Mundo - Diário News Bahia

Entrevistas

'O movimento feminista no Brasil é o mais organizado da América Latina'


Turismo

Destinos saborosos do chocolate brasileiro


Mundo

Divulgação
Ator de Power Rangers se declara culpado de homicídio com espada
Em sua última atuação na série Power Rangers, Ricardo Medina interpretava um samurai. Nesta quinta-feira, o ator se declarou culpado de matar seu companheiro de apartamento usando uma espada, informou a Procuradoria. Medina, de 38 anos e de ascendência porto-riquenha, se declarou culpado pelo homicídio doloso sem premeditação e pelo uso da arma, em um caso que ocorreu em 31 de janeiro, em que morreu Josh Sutter, de 36 anos. O que começou como uma discussão pela namorada de Medina terminou em briga, até que o ator apunhalou várias vezes seu companheiro de apartamento, indicou a Procuradoria em nota

Leia Mais

Nicholas Kamm/AFP
Casa Branca afirma que britânicos espionaram Trump
A Casa Branca citou nesta quinta-feira (17) informações da imprensa - não confirmadas - de que o ex-presidente americano Barack Obama pediu à agência britânica de inteligência GCHQ para vigiar Donald Trump. Falando a jornalistas na Casa Branca, o secretário Sean Spicer citou um longa matéria da Fox News que afirma que Obama usou a GCHQ para driblar as restrições legais americanas sobre seus cidadãos. A versão foi uma das várias oferecidas por Spicer para sustentar as explosivas denúncias de Trump de que foi "grampeado" por Obama durante a campanha presidencial. Spicer se baseou em informações divulgadas há quase duas semanas pelo comentarista conservador Andrew Napolitano, que revelou que "três fontes de inteligência afirmaram à Fox News que o presidente Obama ignorou a cadeia de comando" para ordenar o "grampo" nos telefones de Trump. "Ele não usou a NSA, não usou a CIA, o FBI ou o departamento de Justiça", disse Napolitano, acrescentando que Obama empregou a GCHQ.

Leia Mais

AFP/Arquivos / Luis Acosta
Cuba oferece mil bolsas de estudos à Colômbia e às Farc para apoiar a paz
Membros das Farc
Cuba concedeu ao governo colombiano e à guerrilha das Farc mil bolsas de estudos para o curso de Medicina, como contribuição à implementação do acordo que visa a superar meio século de conflito armado, informou o embaixador da ilha em Bogotá, José Luis Ponce. Cuba foi sede dos diálogos entre o governo de Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) desde 2012, a principal e mais antiga guerrilha do país, e que em novembro firmou um acordo histórico de paz no país. No documento, assinado no dia 14 de março, porém divulgado nesta quinta-feira (16), Ponce oferece pelos próximos 5 anos 500 bolsas de estudo para o governo e outras 500 para a guerrilha, cujas aulas terão início em setembro. Os cerca de 6.900 combatentes das Farc, que iniciaram seu combate armado contra o Estado em 1964, agrupam-se em 26 zonas do país, onde deverão finalizar o processo de entrega de armas e reestabelecimento de sua vida civil.

Leia Mais

AFP
Senador McCain desafia Trump a provar que seu telefone foi grampeado
Senador McCain
O senador republicano John McCain desafiou neste domingo o presidente Donald Trump a provar sua acusação contra seu antecessor, Barack Obama, de ter mandado grampear seu telefone durante a campanha do ano passado, ou retratar-se pela acusação sem fundamento. McCain, que frequentemente criticou Trump, fez a reivindicação em uma entrevista à rede de televisão CNN. "O presidente tem duas opções, ou de se retratar, ou de dar a informação que o povo americano merece", disse McCain. Não tenho razão para acreditar que isso é verdade, mas também acho que o presidente dos Estados Unido poderia esclarecer isso nesse minuto", acrescentou.

Leia Mais

AFP
Homem é detido após tentar entrar na Casa Branca
Um intruso carregando uma mochila foi detido na sexta-feira (10) à noite após tentar entrar na Casa Branca, enquanto o presidente Donald Trump estava no local, confirmou neste sábado (11) o serviço secreto americano. "O serviço secreto fez um grande trabalho", disse o próprio Trump neste sábado à imprensa no seu clube de golfe no estado da Virgínia, assegurando que o detido tem "problemas mentais". O suspeito foi detido por agentes secretos depois de conseguir escalar uma cerca exterior do perímetro, antes de meia-noite, explicou a agência em um comunicado enviado à AFP. As autoridades não encontraram material perigoso na mochila do intruso, e, após buscas, consideraram que o campo de complexo presidencial estava seguro. O suspeito foi identificado como Jonathan Tran, de 26 anos e originário da Califórnia, segundo a rede

Leia Mais

AFP
Em entrevista, papa estaria aberto a ordenação de homens casados
O papa Francisco considerou em uma entrevista ao jornal alemão Die Zeit publicada nesta quinta-feira que é necessário "refletir" sobre a possibilidade de ordenar os chamados "viri probati", homens maduros envolvidos na Igreja e casados. "Nós também devemos determinar quais seriam suas funções, por exemplo em áreas remotas", detalhou o papa Francisco, dando forma ao projeto que ele menciona há vários anos. Muitos na Igreja acreditam que, dada a falta de padres em muitos países, seria necessário criar um novo setor: ao lados dos padres que fizeram os votos de celibato na sua ordenação, recomendam ordenar

Leia Mais

AFP/Mandel Ngan
Número de imigrantes ilegais detidos na fronteira entre EUA e México cai 40%
Secretário americano de Segurança Interna, John Kelly
A detenção de "pessoas não admissíveis", ou seja, imigrantes ilegais, na fronteira entre os Estados Unidos e o México sofreu uma redução de 40% em fevereiro em relação a janeiro, informou o governo americano nesta quinta-feira, atribuindo esta queda à política do presidente Donald Trump. "A queda do número de detenções mostra uma mudança marcada de tendência", afirmou o secretário de Segurança Interna, John Kelly. "Desde a entrada em vigor dos decretos do Poder Executivo detinados a fortalecer as leis migratórias, as detenções e os movimentos de pessoas não admissíveis (imigrantes ilegais) tendem a um mínimo mensal dede os últimos cinco anos ao menos", comemorou.

Leia Mais

AFP
Estados Unidos rejeita proposta da China sobre diálogo com Coreia do Norte
O embaixador chinês para a ONU, Liu Jieyi.
Os Estados Unidos rejeitaram na quarta-feira (08) uma proposta da China para relançar as negociações com a Coreia do Norte, afirmando que a bola está no campo de Pyongyang após os recentes disparos de mísseis balísticos. A China, principal aliada e protetora do regime norte-coreano, propôs nesta quarta-feira que Pyongyang suspenda seu programa nuclear em troca do fim das manobras militares lançadas pelo Estados Unidos e Coreia do Sul, com o objetivo de evitar "um choque frontal" entre as Coreias.

Leia Mais

AFP/Arquivos / KENA BETANCUR
Conselho de Segurança da ONU discute eventuais medidas contra a Coreia do Norte
Conselho de Segurança da ONU
O Conselho de Segurança das Nações Unidas se reuniu nesta quarta-feira a portas fechadas para discutir eventuais novas medidas contra a Coreia do Norte, depois que o país realizou um novo teste de míssil. A China, principal aliado do regime de Pyongyang, propôs nesta quarta-feira (08) um compromisso para evitar "uma colisão" entre as duas Coreias, e sugeriu que o Norte suspenda seu programa nuclear em troca de um fim às manobras militares empreendidas pelos Estados Unidos no sul. Questionados sobre essa proposta, França, Japão e Reino Unido destacaram que a iniciativa correspondia à Coreia do Norte. "Dispararam quatro mísseis", lembrou o embaixador japonês na ONU, Koro Bessho, antes da reunião. "Nós não fizemos nada para provocá-los e, portanto, estamos em uma posição forte para dizer-lhe que é totalmente inaceitável", acrescentou o diplomata.

Leia Mais

Diat
Mulheres fazem greve no mundo todo contra a violência masculina
No dia em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, mulheres de mais de 30 países vão paralisar as atividades nesta quarta-feira (8). O objetivo do movimento é mostrar a importância do papel feminino na sociedade, bem como denunciar todo tipo de violência e abuso contra mulheres, como feminicídio e exploração no mercado de trabalho. A greve ganhou força após uma convocação de ativistas norte-americanas feita no dia 6 de fevereiro, para uma greve internacional "contra a violência masculina e pela defesa dos direitos reprodutivos".

Leia Mais

Ed Jones/AFP
Coreia do Norte desafia novamente comunidade internacional lançando quatro mísseis
A Coreia do Norte lançou nesta segunda-feira (06) quatro mísseis balísticos, em um novo desafio ao presidente americano, Donald Trump, e três projéteis caíram nas proximidades da costa do Japão. A Coreia do Sul informou que os mísseis foram lançados em direção ao Mar do Japão e que, ao lado dos Estados Unidos, estava analisando os detalhes do ocorrido, depois de classificar de "ameaça real e imediata" a conduta do vizinho do Norte. Em Tóquio, o primeiro-ministro Shinzo Abe afirmou que a Coreia do Norte disparou os quatro mísseis "quase simultaneamente" e que, depois de percorrer por volta de 1.000 quilômetros no sentido leste, três caíram na "Zona Econômica Exclusiva" japonesa, ou seja, a menos de 200 milhas marinhas (370 km) da costa. "Isto demonstra claramente que a Coreia do Norte atingiu um novo nível de ameaça", disse Abe, que convocou uma reunião do Conselho Nacional de Segurança. "Os disparos reiterados da Coreia do Norte são um ato de provocação para nossa segurança e uma violação flagrante das resoluções do Conselho de Segurança da ONU. De modo algum podemos tolerar", completou. O líder norte-coreano Kim Jong-Un tenta desenvolver um míssil balístico intercontinental com capacidade de atingir o território dos Estados Unidos, algo que, afirmou Trump há vários meses, "não vai acontecer".

Leia Mais

AFP
Trump pede ao Congresso que investigue supostas escutas em seus telefones
O presidente Donald Trump pediu ao Congresso que investigue as escutas "com potencial motivação política" de seus telefones durante a campanha eleitoral de 2016, informou a Casa Branca neste domingo. O anúncio acontece um dia depois que Trump usou o Twitter para acusar seu antecessor Barack Obama de grampear seus telefones antes das eleições de novembro, sem, no entanto, fornecer qualquer tipo de prova dessa acusação, negada por um porta-voz do ex-presidente. O texto divulgado por Sean Spicer alude a relatórios - não especificados - de investigações politicamente motivadas um pouco antes das eleições, e os classifica de muito preocupantes. O comunicado conclui que não haverá mais comentários sobre o tema por parte da Casa Branca nem do presidente. O presidente da Comissão de Inteligência da Câmara de Representantes, Devin Nunes, eleito pela Califórnia, afirmou neste domingo que o painel investigará as denúncias do presidente. Em um comunicado, Nunes afirma que a investigação abrange "a resposta do governo dos Estados Unidos às ações de agentes de inteligência russos durante a campanha presidencial". Acrescentou que "a comissão realizará pesquisas sobre se o governo espionou as atividades de dirigentes de campanha de todos os partidos políticos", sem fazer referência específica às denúncias de Trump. Ao pedir ao Congresso que amplie suas investigações, o próprio Trump estabelece um vínculo entre suas denúncias de que foi espionado por Obama e o escândalo dos contatos entre seus colaboradores e altos funcionários russos.

Leia Mais

AFP/Arquivos / NICHOLAS KAMM
Trump acusa Obama de grampear seu telefone durante campanha eleitoral
O presidente Donald Trump acusou neste sábado (04) seu antecessor Barack Obama de grampear seu telefone durante a campanha do ano passado, sem fornecer provas dessa acusação. "Eu apostaria que um bom advogado poderia levar adiante um caso pelo fato de que o Presidente Obama grampeou meus telefones em outubro, antes da eleição!", escreveu Trump no Twitter.

Leia Mais

Detran/BA
Cidade holandesa testa semáforos no chão para os distraídos
O uso de smartphones é um dos maiores responsáveis pela distração no trânsito, não só dos condutores, mas também dos pedestres. Por esse motivo está em teste na cidade holandesa de Bodegraven, um sistema de semáforos destinado aos pedestres distraídos pelo uso de celular. Os semáforos têm a forma de faixas, que são colocadas no chão, e a luz muda de cor de acordo com a preferência no trânsito, assim como os semáforos já existentes.

Leia Mais

AFP
EI tem entre 12.000 e 15.000 combatentes no Iraque e na Síria
Fumaça em Mosul no dia 1º de março de 2017, durante uma ofensiva para reconquistar partes da cidade tomadas pelo EI
O grupo Estado Islâmico (EI) ainda tem entre 12.000 e 15.000 combatentes no Iraque e na Síria, informou nesta quarta-feira o general americano Stephen Townsend, que lidera as forças da coalizão contra a organização extremista em Bagdá. O Pentágono estima que o número de membros do EI em 2015 e 2016 girava em torno de 20.000 e 30.000. Mas a rede de comando dos extremistas sofreu graves golpes nos últimos tempos, ressaltou Townsend. "Quase todo o círculo de Abu Bakr al-Baghdadi [o chefe do EI] foi morto nos últimos seis meses" em ataques aéreos, ressaltou p general em uma videoconferência a partir da capital iraquiana.

Leia Mais

Especiais

'Ainda existe escravidão no Brasil, precisamos acordar para isso'

Buscar




Vídeos

Delator fala sobre caixa dois para o filho de Zé Dirceu

 

Diário News Bahia - Direitos reservados
E-mail: contato@diarionewsbahia.com.br