Variedades - Diário News Bahia

Entrevistas

'O movimento feminista no Brasil é o mais organizado da América Latina'


Turismo

Destinos saborosos do chocolate brasileiro


Variedades

comArte
Movimentos fazem atos para comemorar o Dia da Consciência Negra
O dia 20 de Novembro foi escolhido como uma homenagem a Zumbi dos Palmares, data na qual morreu, lutando pela liberdade do seu povo no Brasil, em 1695. Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, foi um personagem que dedicou a sua vida lutando contra a escravatura no período do Brasil Colonial, onde os escravos começaram a ser introduzidos por volta de 1594. Um quilombo é uma região que tinha como função lutar contra as doutrinas escravistas e também de conservar elementos da cultura africana no Brasil. Em 2003, no dia 9 de Janeiro, a lei 10.639 incluiu o Dia Nacional da Consciência Negra no calendário escolar e tornou obrigatória o ensino sobre diversas áreas da História e cultura Afro-Brasileira. São abordados temas como a luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira, o negro na sociedade nacional, inserção do negro no mercado de trabalho, discriminação, identificação de etnias etc. Neste domingo,movimentos fazem atos em todo Brasil, para celebrar neste domingo (20) o Dia da Consciência Negra. Os atos, que estão sendo organizados por uma articulação de movimentos negros chamada Convergência Negra, terá como mote "Fora, Temer, nenhum direito a menos para negros e negras!”. Segundo nota dos organizadores, o objetivo do ato é "expor à sociedade que o governo de Michel Temer é oriundo de um golpe parlamentar e representa um retrocesso às conquistas democráticas e também uma ameaça aos direitos conquistados pela população negra nos últimos anos". Um texto de convocação para as marchas apresenta 11 pontos que unificam os movimentos negros brasileiros, como extermínio da juventude negra e intolerância religiosa. Em Salvador (BA), estão marcadas três atividades, com início ainda na madrugada do dia 20 com a ‘Alvorada dos Ojás’ , uma cerimônia cultural que consiste em envolver os troncos das árvores do Dique do Tororó, lagoa onde estão as estátuas que representam os orixás, em um pano branco formando um laço. O ato simboliza a ligação do homem com a natureza. A atividade cultura é organizada pelo CEN, juntamente com outras entidades que partirão em caminhada até o Pelourinho. Em mais dois pontos da cidade, nos bairros da Liberdade e Campo Grande, irão ocorrer duas marchas seguindo em direção ao encontro dos participantes da atividade cultural, como explica Gualberto. Às 15h, o povo do Candomblé segue para o Pelourinho ao Terreiro de Jesus e as duas caminhadas que se unificarão ali, numa culminância desses atos que ocorrem em lugares diferentes. Outros eventos acontecem por toda a capital baiana. Destaque para o show gratuito que o cantor Magary Lord apresenta às 11h, no Parque da Cidade, no Itaigara, com participação do cantor Gerônimo e das bandas Skanibais e Cortejo Afro. A programação do espaço inclui apresentações de grupos de capoeira e dança, feiras de literatura, moda, gastronomia, além de um mix de produtos e acessórios da cultura afro-brasileira. No Teatro Castro Alves, também às 11h, a cantora Larissa Luz apresenta o show Território Conquistado, dentro do projeto Domingo no TCA, com ingresso a R$ 1 (inteira).

Leia Mais

Cantora Márcia Castro faz show no Largo Tereza Batista
O Pelourinho abre espaço neste final de semana para o Festival Lado BA, com shows que acontecem simultaneamente em diferentes largos do Centro Histórico. O evento tem como destaque os shows da cantora Márcia Castro, Ronei Jorge, Felipe Cordeiro e Prince Addamo. Também são opções da agenda cultural os shows de Gerônimo e do Bloco Afro Muzenza. A programação é apoiada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI). Nesta sexta-feira (18) o LADO BA recebe shows de nomes da cena local, atrações nacionais e internacionais. No Largo Pedro Archanjo, às 20h, acontece o show de Gustavito e logo após às 21h Ronei Jorge sobe ao palco. Ambos com entrada franca. Enquanto isso no Largo Tereza Batista rola a apresentação da paulista Iara Rennó a partir das 21h40 e às 23h quem chega para animar a galera é a cantora Márcia Castro. Ingressos R$ 10 e R$ 5. Ainda vai ter o som de Prince Addamo no Largo Quincas Berro D’Água, às 20h. E o pop da Toco Y Me Voy completa a noite no mesmo largo às 21h. Shows gratuitos. No sábado (19), a programação continua movimentada pelo Festival LADO BA. No Largo Pedro Archanjo a agenda cultural conta com os shows da cantora JosyAra, às 19h, da atração mexicana Sonido Satanás, às 20h e o da chilena Maria Colores às 21h. Todos com entrada franca. Já no Largo Tereza Batista, o paraense Felipe Cordeiro diverte o público com sua mistura de tradição popular com a contemporaneidade dos beats digitais da América Latina, formando assim o pop tropical. O show começa às 21h40. E mais uma opção é a festa B_T Pagdão às 23h, ingressos R$ 10 e R$ 5. Para encerrar a noite o rap de MC Cdoze desembarca no Largo Quincas Berro D’Água, às 19h. Mais tarde às 20h, o rock baiano do cantor Caian ecoa no Pelô e por fim a sonoridade da nova safra baiana será representada pela cantora Jadsa Castro, às 21h. Shows Gratuitos. Domingo (20), o Largo Pedro Archanjo sedia mais uma edição do Projeto Colorido, às 15h. Entre as atrações, as bandas Futuka e Samba do Pretinho, além da cantora Cida Martinez. Entrada franca. Samba e solidariedade se mesclam no evento Seja Você Um Sambista Solidário que será realizado no Largo Quincas Berro D’Água, às 15h. O acesso será através da doação de 01 pacote de leite de 200gr + R$ 5.

Leia Mais

Sem Rouanet, Claudia Leitte só iria a cidades ricas, dizem advogados
Os advogados de Claudia Leitte argumentaram, em defesa enviada ao Ministério da Cultura, que a turnê da cantora só iria a 'cidades ricas' se ela não tivesse sido beneficiada pela Lei Rouanet. O Ministério da Cultura pede que a artista devolva R$ 1,2 milhão por não conseguir comprovar que houve doação de ingressos. Os advogados de Claudia dizem que a maioria dos bilhetes foi vendida por preço inferior ao exigido pelo projeto, R$ 35. Segundo o texto elaborado pela defesa, os locais onde que tiveram apresentações questionadas - Picos (PI), Ponta Porã (MS) e Cuiabá (MT) - são "localidades que, sem o incentivo, jamais teriam condições econômicas para receber um show do porte da Claudia Leitte". Por fim, a defesa pede que a decisão de reprovação das contas seja alterada para "aprovação com ressalvas". Caso o parecer seja mantido, a cantora não poderá captar recursos via Rouanet durante três anos. O ministério tem 60 dias para responder aos pedidos.

Leia Mais

MAM-BA lança o projeto MAMcestralidade com a exposição ‘Caminhos’
Dando início às comemorações ao Mês da Consciência Negra e ao Projeto MAMcestralidade, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) inaugura a exposição ‘Caminhos’, do artista plástico Roddolfo Carvalho, nesta quinta-feira (10), às 18h, na Galeria 3. Com uma trajetória de representações humanas dos Orixás através dos traços e da expressão estética, suas pesquisas sobre a mitologia Iorubá e Bantu tomaram grandes proporções, levando o artista a desenvolver uma exposição como um marco para dividir caminhos em seu trabalho. Cada tela foi desenvolvida sob vários critérios de pesquisa, respeitando os aspectos arquetípicos de cada Orixá. Dentre as diversas representações estão Exu, Iemanjá e Oxum. “Eu trabalho com a temática dos Orixás há algum tempo, e minha ideia foi criar uma diversidade de figuras sempre vinculadas ao elemento mitológico, já que eu não faço figura sacra nem religiosa”, afirma Roddolfo Carvalho. A exposição busca desenvolver um olhar crítico e sensível, explorando as possibilidades de expressão e interpretação da diversidade cultural como uma forma de ver, viver e conviver com a arte. “As figuras são baseadas numa poética da mitologia, sejam Iorubá ou Bantu, trazendo o elemento humano dessas pessoas que viveram entre os homens e se tornaram divindades, deixando sua linhagem aqui na Terra”, explica o artista. Além de mesclar a cultura da diáspora trazida pelos povos escravizados, as obras têm misturas de diversos elementos da cultura europeia e islâmica, “trazendo essa nova ótica da figura dos Orixás aos olhos dos soteropolitanos. Os elementos do passado servem para nos trazer aprendizado e construirmos o presente. A contemporaneidade, de forma geral, é muito plural e global. Essa exposição é um fragmento da minha própria vida enquanto artista e pesquisador, pois busco sempre criar novas possibilidades, trazendo os Orixás ao campo do compartilhamento”, reflete.

Leia Mais

Com apoio do FazCultura, Prêmio Caymmi promove festivais em Salvador
Entre fevereiro e maio de 2017, a arte em movimento vai ocupar espaços públicos de Salvador como Passeio Público, Parque da Cidade, e bairros como Plataforma e Rio Vermelho. São os Festivais Caymmi de Música que fazem parte da programação do Prêmio Caymmi. Na segunda edição do evento, além da noite de reconhecimento e consagração dos novos talentos do setor, durante quatro meses, em um final de semana por mês serão realizados os festivais, que culminarão na grande premiação, no mês de julho do ano que vem. A realização conta com o patrocínio do Governo do Estado, através da lei de incentivo fiscal FazCultura. Homenageando os 50 anos do Tropicalismo, a segunda edição do Prêmio Caymmi de Música foi lançada oficialmente na tarde desta terça-feira (7), no Teatro Vila Velha, com a presença de músicos, produtores, organizadores e apoiadores do evento. Com uma festa que misturou apresentações musicais, artes e performances, o lançamento fez a introdução do que vem por aí, já que o mote de 2017 é ‘Música em Movimento’. Para o diretor artístico do Prêmio, Márcio Meirelles, o Estado participa da iniciativa cumprindo seu papel de fomentar iniciativas da produção cultural que beneficiem a sociedade. “Acho que o Governo do Estado tem essa função de incentivar ações como esta e, no caso do Prêmio, mostrar ao povo baiano a diversidade musical que a gente tem, valorizando essa diversidade, investindo numa pluralidade. Tem rock’n roll, tem música popular brasileira, tem músicas que começam a surgir na própria Bahia, tem axé, tem pagode, tem arrocha, tem tudo junto e tudo isso vai ser avaliado e unido nestes festivais. A ideia aqui não é exatamente reviver a Tropicália, mas mostrar que ela continua nas novas gerações”, explicou Márcio Meirelles. Investindo mais de R$ 750 mil no Prêmio Caymmi por meio de isenções fiscais, o FazCultura é um programa executado por meio de uma parceria entre as Secretarias Estaduais da Fazenda (Sefaz) e Cultura (Secult), que não se restringe a eventos musicais ou aos festivais, segundo a diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), Fernanda Tourinho. “Este é um entre os vários projetos apoiados por essa iniciativa que tem sempre o intuito de promover e incentivar a produção cultural na Bahia”, contou.

Leia Mais

Castro Alves apresenta Dancidade nesta terça-feira (8)
O Balé Teatro Castro Alves (BTCA), em parceria com Dancidade, promove o Dancidade Vivências Artísticas, na próxima terça-feira, dia 8 de novembro, das 13h30 às 17h30, na sala de ensaio do BTCA, no Piso C do Teatro Castro Alves. O BTCA reservou para o público um trecho do espetáculo Dê Lírios, coreografia de Tutto Gomes. A montagem, que integra o novo projeto do BTCA, “Endogenias”, tem como marco estabelecido na década de 1970, quando o escritor paraibano Ariano Suassuna (1927-1914) lançou o “Movimento Armorial”, com a proposta de uma arte erudita a partir das raízes culturais e populares do nosso país. Completando a programação desta terça-feira, os grupos convidados Em Busca do Amor e do Flexionando apresentam também trechos de suas coreografias. Abrindo o evento, um aulão com participação de bailarinos dos grupos convidados e do BTCA. Baile espetáculo - O projeto Dancidade Bailes vem acontecendo desde o último mês de julho, em Salvador, totalizando agora quatro edições. Contemplado pelo edital Arte em toda Parte, o Dancidade tem concepção e coordenação geral de Virgínia Da Rin, direção artística de Warney Junior, iluminação cênica de Irma Vidal, direção musical de Duarte Velloso e apresentação da atriz e dançarina Fafá Menezes. Nesses bailes-espetáculos, o público é convidado a desfrutar de um verdadeiro e contagiante baile de dança de salão, com ambientação e iluminação cênica, música ao vivo (com a banda baile Dancidade, e os cantores Noeme Bastos e Cláudio Vidal), além de assistir a apresentações especiais de espetáculos de dança.

Leia Mais

Ilê Aiyê comemora aniversário de 43 anos em ensaio no Curuzu
Neste domingo, dia 6, a Senzala do Barro Preto, no Curuzu, estará em festa para comemorar mais um aniversário do Ilê Aiyê. Mesmo passando pela maior crise desde a sua fundação, o bloco afro mais antigo do Brasil resolveu não deixar de celebrar a data. Em comemoração aos seus 43 anos, o “Mais Belo dos Belos” realiza mais uma edição dos ensaios para o Carnaval 2017, que nessa temporada segue acontecendo aos domingos. Na ocasião acontecerão os shows do Olodum e da anfitriã Band’Aiyê. A abertura do evento, às 14h, ficará por conta da banda Catadinho do Samba. A noite de festa será marcada também pela participação dos vocalistas dos blocos Filhos de Ghandy, Muzenza, Malê de Balê, Araketu e Cortejo Afro. Os cantores se unem à Band’Aiyê para cantar sucessos de suas respectivas entidades no palco da Senzala. As inscrições para a 38ª Noite da Beleza Negra seguem abertas até o dia 9 de janeiro de 2017. As candidatas, que devem ter entre 18 e 30 anos, podem se inscrever através do site do bloco (www.ileaiyeoficial.com) ou presencialmente na Senzala do Barro Preto, sede do Ilê (Ladeira do Curuzu), de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30.

Leia Mais

Navio Oceanográfico “Antares” visita Salvador
O Navio Oceanográfico (NOc) “Antares”, da Marinha do Brasil, atracará no Porto de Salvador às 8h deste sábado (5) e ficará aberto à visitação pública no domingo (6), das 14h às 17h. Pertencente ao Grupamento de Navios Hidroceanográficos da Diretoria de Hidrografia e Navegação, o NOc “Antares” tem como missão efetuar levantamentos hidroceanográficos, em apoio à aplicação do Poder Naval e à Segurança da Navegação, na área marítima de interesse para o Brasil e, ainda, contribuir para a execução de projetos nacionais de pesquisas em águas jurisdicionais brasileiras, bem como de pesquisas resultantes de compromissos internacionais. Para tanto, o Navio está capacitado para realizar levantamentos de hidrografia e de oceanografia física, química, biológica e geológica, incluindo levantamentos sísmicos. Em Salvador, o NOc “Antares” apoiará a realização do Congresso Brasileiro de Oceanografia, cujos participantes poderão fazer visitas técnicas para conhecer as capacidades e as atividades desempenhadas pelo Navio.

Leia Mais

MV Bill se apresenta em Salvador
No dia 04 de novembro, Mv Bill volta aos palcos soteropolitanos, convidando os baianos Dj Branco, DaGanja e Janaína Noblat para celebrar do Dia da Favela. O encontro acontece na Praça Pedro Arcanjo, no Pelourinho, a partir das 20h. Além do show, ainda dentro da programação do Dia da Favela, Bill vai promover um bate-papo aberto ao público, na sede da CUFA, no Pelourinho. Os ingressos de segundo lote estão à venda no site da Sympla.

Leia Mais

Escova inteligente promete alisar cabelos sem danificar fios
Uma escova inteligente chegou ao mercado internacional prometendo alisar os cabelos sem danificar os fios, aposentando as famosas chapinhas e o método que usa secador e escova. De acordo com o Tecmundo, a escova inteligente, fabricada na Itália, é mais simples, segura e rápida. A Dafni consegue manter a temperatura constante de 185 graus, o que ajuda na maleabilidade das madeixas. A empresa responsável pelo acessório promete alisamento em cinco minutos. O destaque da parte tecnológica são os dentes cerâmicos, que ajudam a moldar os fios com mais facilidades. O produto já está disponível nos Estados Unidos e na Europa, mas sua chegada ao mercado brasileiro ainda é incerta. Não há previsão. A Dafni está custando 150 dólares nos EUA, algo em torno de 470 reais.

Leia Mais

Camerata da OSBA faz nova edição do projeto Terças Musicais
No mês de novembro, o conjunto Quadro Solar, que integra o programa de Cameratas da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), é atração do projeto Terças Musicais, que é realizado mensalmente no Museu Geológico da Bahia (Av. Sete de Setembro, 2195, Corredor da Vitória). O evento é gratuito e acontece sempre na primeira terça de cada mês, até dezembro deste ano, às 16h30, no auditório do local. A iniciativa reforça o objetivo da OSBA de democratizar o acesso à música erudita e popular, contribuindo para a formação de novas plateias, explorando e divulgando obras de grandes compositores. Ao abraçar a ideia, o Museu deseja ampliar o leque de suas ações abrigando em suas instalações uma proposta musical cultural, visando oferecer à sociedade mais uma opção de lazer e cultura.

Leia Mais

Teatro Martim Gonçalves recebe espetáculo “O Rei da Vela”
O espetáculo “O Rei da Vela”, peça de Oswald de Andrade, estreia no Teatro Martim Gonçalves (Canela) dia 02/11, com coquetel tropical para convidados e colaboradores, e ficará em cartaz até dia 13/11, com apresentações de quarta-feira a domingo, sempre às 19h. A montagem é o projeto de conclusão de curso dos graduandos de Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia sob a direção da professora Fernanda Paquelet. A entrada é gratuita e os ingressos começam a ser distribuídos 1h antes do espetáculo, sujeito a lotação. “O Rei da Vela” foi escrito em 1933 por Oswald de Andrade, um dos principais nomes do modernismo brasileiro para o teatro. A obra, que só teve sua primeira publicação em 1937, envolve em sua estrutura dramatúrgica um mecanismo que representa a estrutura socioeconômica do país após a crise de 1929, da Revolução de 30 e da Revolução Constitucionalista de 32. Mas que pode, facilmente, se fazer reconhecer nos dias de hoje. “Montar uma dramaturgia Brasileira é sempre um presente, pois vem à tona tudo o que ainda insistimos em não ver. Constatar que um texto escrito em 1937 sobre desigualdades sociais, desestrutura familiar, política e hipocrisia, permanece atual e pulsante em 2016, revela muito de nós mesmos. Ao dar vida a este espetáculo assumimos um compromisso de trazer Oswald de Andrade e A Semana de Arte Moderna à tona novamente. A nossa situação política nos obriga a estarmos atuantes e conectados, pois a história se faz dos discursos e ações dos que se posicionam diante dela”, comenta Fernanda Paquelet, diretora do espetáculo.

Leia Mais

Lazaro Ramos e Taís Araújo trazem “O Topo da Montanha” para o TCA
O Teatro Castro Alves vai receber no sábado, dia 29 (às 21h) e domingo, 30 (às 17h e 21h) de outubro, a Peça O Topo da Montanha, que é protagonizada e também produzida por Lázaro Ramos e Taís Araújo, com direção de Lázaro Ramos e codireção de Fernando Philbert. Além dessas apresentações os atores farão uma apresentação extra com promoção do Governo do Estado, no sábado (29), às 17h e terá como público jovens atendidos pelas bases comunitárias de segurança, alunos da rede estadual de ensino e movimentos sociais apoiados pelas secretarias estaduais de Promoção da Igualdade e Políticas para as Mulheres. “Espero que a gente possa contribuir um pouco mais para a valorização da educação e da cultura”, revelou Lázaro Ramos ao falar de sua ansiedade para a apresentação para os jovens beneficiados por programas e projetos sociais na Bahia. Originalmente a peça teve estreia em Londres, em 2009, ganhou versão na Broadway em 2011, e em São Paulo ano passado. Agora vem protagonizada Lázaro Ramos e Taís Araújo. O espetáculo já conquistou mais de 25 mil espectadores e recebeu uma indicação ao Prêmio Shell, de melhor atriz, para Tais Araújo. O Topo da Montanha faz alusão ao último grande discurso de Martin Luther King (I’ve Been to the Mountaintop). Em Memphis, na Igreja de Mason, no dia 3 de abril de 1968, Luther King acabara de realizar seu último sermão. É exatamente neste cenário, um dia antes de seu assassinato, que Martin Luther King, interpretado por Lázaro Ramos, conhece Camae, encenada por Taís Araújo, a misteriosa e bela camareira em seu primeiro dia de trabalho no hotel que ele esta hospedado. Repleta de segredos, ela confronta o líder em clima de suspense e simultaneamente deboche. Deste modo, faz o reverendo se lembrar que, como todos, é humano. “Este texto me perseguiu como ator por dois anos, por meio de pessoas que diziam que tinha de fazê-lo no Brasil. E é contemporâneo porque é uma história também sobre enfrentar medos. Sobre os trilhos da coragem e do afeto”, resume Lázaro. “Tínhamos muito receio de que o texto fosse americano demais e não tocasse as pessoas. Mas o tempo e uma boa tradução nos convenceram que as questões do amor e da igualdade são relevantes e próximas a todos nós”, complementa Taís.

Leia Mais

Jô Soares assina contrato com SBT
Jô Soares vai mesmo retornar ao SBT. O apresentador já está com contrato assinado com a emissora de Silvio Santos, segundo informou o jornalista Leo Dias em sua coluna na edição deste sábado (22) do jornal O Dia. Jô fica na TV Globo somente até dezembro deste ano. Quem o substituirá no horário é Pedro Bial, que conduzirá um programa de entrevista, com estreia prevista para abril de 2017. O programa de Bial, assim como o de Jô, será exibido de segunda a sexta. Atualmente, Bial comanda um programa de entrevistas no mesmo formato no canal pago GNT.

Leia Mais

Especiais

'Ainda existe escravidão no Brasil, precisamos acordar para isso'

Buscar




Vídeos

Delator fala sobre caixa dois para o filho de Zé Dirceu

 

Diário News Bahia - Direitos reservados
E-mail: contato@diarionewsbahia.com.br